Loading...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Verbos (tipos e flexões de pessoa e número)

Verbo

Veja os exemplos:

As crianças brincam no quarto.

Ele estuda espanhol.

Nós marcamos o nosso exame.

As palavras em destaque nas frases acima são verbos. Verbo é a palavra que indica ação, estado ou fenômeno da natureza situados no tempo – alguma coisa que acontece ou é, que aconteceu ou foi, que acontecerá ou será.

Flexões do verbo

a) Pessoa

O verbo apresenta três pessoas do discurso:

» Primeira pessoa: a que fala, o emissor. (eu e nós)

Eu estudo espanhol.

Nós estudamos espanhol.

» Segunda pessoa: com quem se fala ou a quem se destina a mensagem, o receptor. (tu e vós)

Tu estudas espanhol.

Vós estudais espanhol.

» Terceira pessoa: de quem ou do que se fala. (ele, ela, eles, elas).

Ele estuda espanhol.

Elas estudam espanhol.

O espanhol é uma língua muito falada em todo o mundo.

b) Número

O verbo flexiona-se em número, podendo estar no singular ou no plural, concordando com o sujeito da oração:

A menina canta demais.

As meninas cantam demais.

c) Modo

O modo indica a circunstancia em que o fato pode acontecer.

Veja, por exemplo, as diferentes atitudes em:

Eu amo

Eu amei

São três os modos verbais:

Modo indicativo: exprime um fato certo, o fato é ou foi uma realidade.

Comprei um carro.

Modo subjuntivo: exprime um fato incerto, duvidoso.

Talvez eu compre um carro.

Modo imperativo: exprime uma ordem ou um pedido.

Compre um carro.

Os verbos apresentam ainda as formas nominais: infinitivo (pessoal e impessoal), gerúndio e particípio.

d) Tempo

A flexão de tempo indica o momento em que o fato expresso pelo verbo ocorreu, ocorre ou ocorrerá. Desta forma, caracterizamos os três tempos verbais básicos: o presente, o pretérito (passado), e o futuro, como nos seguintes exemplos:

Penso em ti.

Pensei em ti.

Pensarei em ti.

Tempos do modo indicativo

O presente indica a ocorrência do fato no momento em que se fala:

Penso em ti.

O pretérito indica a ocorrência do fato antes do momento em que se fala, ou seja, passado.

Pensei em ti.

O pretérito pode ser perfeito, imperfeito e mais-que-perfeito.

» pretérito perfeito: expressa um fato já concluído totalmente no passado.

Perdi minhas chaves ontem.

» pretérito imperfeito: expressa um fato passado, porém ainda não concluído.

Fazíamos boas comidas em casa.

» pretérito mais-que-perfeito: expressa um fato anterior a outro fato que também é passado.

A bola já ultrapassara a linha quando o jogador a alcançou.

O tempo do modo indicativo futuro indica o ocorrência futura de um fato (que ainda não aconteceu no momento em que se fala).

Amanhã irei ao cinema.

O modo futuro pode ser: futuro do presente e futuro do pretérito.

» futuro do presente: expressa um fato que deve realizar-se num tempo próximo em relação ao momento presente.

Ele comprará um carro.

» futuro do pretérito: indica o fato que ainda irá acontecer, relacionado com um fato passado.

Compraria um carro, se tivesse dinheiro.

Tempos do modo subjuntivo

O presente indica uma ocorrência que talvez se realize.

Deus te abençoe.

O pretérito imperfeito indica uma hipótese, uma condição.

Se eu estudasse, a história seria outra.

O tempo do modo subjuntivo futuro expressa um fato que vai acontecer relacionado a outro fato futuro.

Quando eu voltar, saberei o que fazer.

e) Voz

As vozes verbais indicam a relação entre o sujeito e a ação expressa pelo verbo. Podemos ter três situações:

» voz ativa: o sujeito pratica a ação expressa pelo verbo.

A menina comprou um sorvete.

» voz passiva: o sujeito recebe a ação expressa pelo verbo.

A menina ganhou um sorvete.

A voz passiva pode ser praticada de duas formas:

Voz passiva analítica: forma-se com os verbos ser, estar e ficar seguidos de particípio.

O homem é corrompido pela sociedade.

Voz passiva sintética: forma-se com verbo acompanhado do pronome se (chamado apassivador).

Doa-se roupas.

» voz reflexiva: o sujeito pratica e recebe a ação expressa pelo verbo, ao mesmo tempo.

Nós nos ofendemos muito.

Formas nominais do verbo

São três as formas nominais do verbo: infinitivo, gerúndio e particípio.

Infinitivo: desempenha função semelhante à do substantivo. Caracteriza-se pela terminação r.

Viver é lutar.

Particípio: desempenha função semelhante à do adjetivo. Caracteriza-se pelas terminações –ado(a) e –ido(a).

Mulher vivida.

Gerúndio: desempenha função semelhante à do adjetivo e do advérbio. Caracteriza-se pela terminação –ndo.

Água fervendo.

Locução verbal

Locução verbal é a combinação de verbos auxiliares (ter, haver, e estar) com verbos nas formas nominais.

Tenho escrito muitas cartas.

11 comentários:

  1. não sabe nem de nada filho da puta Viado gordo e tua mãe é amaldiçoada

    ResponderExcluir
  2. pois eu gostei do tópico,achei muito bem estruturado e escrito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chupa uma mandio......... bem gro........... .

      Excluir
  3. Esse tópico está perfeito! Obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado , me ajudou muito em meu trabalho !

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigado ajudou muito em meu trabalho de escola

    ResponderExcluir
  6. Sua Mãe Peida Tanto Que Quanto Ela Peida Ela Sai Voando.

    ResponderExcluir
  7. muito bom e muito ruim

    ResponderExcluir